sábado, 9 de julho de 2011

Por que... Spire?


                Para quem vem à Irlanda, e em especial Dublin, tem fortes referências como a O'Connell Street, o rio Liffey e o monumento Spire. OK, mas que raios é aquele "palito de dentes do Godzilla"? (como disse minha mãe ao ver a fotografia dele pela primeira vez).
                Bom vamos começar pelo nome. Spire é na tradução literal, cúspide, pináculo e foi intitulado oficialmente como Monumento da Luz (gaélico:An Túr Solais). O monumento fica no centro da O'Connel Street e tem 120 metros de altura, sendo 3 metros de largura a partir da base e que vai afinando até os 15 cm de diâmero em seu ápice, tornando-a a escultura mais alta do mundo.
                A estrutura é feita de 8 tubos de aço inoxidável ocos, fazendo que durante o dia ela seja prateada e ao entardecer ela reflita tons de rosa e vermelho do céu. O primeiro segmento tem aspecto escovado com detalhes rajados, como as listras de um tigre em no metal polido. Tanto a base quanto o topo são iluminados.
A decisão da contrução da Spire era parte de um plano de revitalização da região da O'Connell Street em 1999. Foi levantado a desvalorização e declínio da área desde a década de 70, com o surgimento de estabelecimentos de comida rápida e lojas de produtos muito baratos, o que criava a idéia de lugar abandonado esteticamente e livre de investimentos.
               Um concurso internacional foi realizado para eleger o design do monumento que ficaria no lugar exato do antigo e destruido Pilar de Nelson, um monumento em homenagem a um soldado, que foi alvo de ataques do IRA em 8 de Março de 1966, destruindo completamente a metade superior do Pilar de quase 37 metros de altura.
A empresa Ian Ritchie Architects teve então deu design escolhido, sendo investidos controversos e criticados €4.000.000 para sua construção. A idéia era que ficasse pronta para o ano de 2000, como representação do novo milênio. Mas com as dificuldades para obtenção das permições e barreiras de adequação ambientail, a contrução atrasou. A primeira peça da estrutura foi colocada em 18 de Dezembro de 2002 e terminando com a colocação da oitava peça em 21 de Janeira de 2003.
               Como parte do plano de revitalização, os donos das lojas da região foram obrigados a trocar as placas e anúncios de plástico por outras mais atraentes. A arborização que era excessiva e irregular, foi repensada e mudada. O trânsito de carros foi mudado de forma que fosse priorizado o trânsito de pedestres, que atrairia mais pessoas e ajudadria a revitalizar o comércio da região.
               O monumento é bastante criticado e controverso, pelo alto valor investido em sua construção e manutenção e pela imcompreenção e falta de aceitação em um monumento que parece não representar nada aos irlandeses. O monumento é limpo algumas vezes ao ano, sendo que os 12 metros a partir da base, são limpos a cada 3 meses, o que custa mais de €200.000 todo ano em manutenção.

Pilar de Nelson que antes ficava no lugar da atual Spire
Monumento destruído em ataque do IRA em 1966
Detalhes do primeiro segmento do monumento

2 comentários:

  1. Estive em Dublim em 22nov2012, achei o monumento bem legal e gostei d+ da cidade... Valdinei Madruga, Porto Alegre, Rio Grande Do Sul-BRASIL.

    ResponderExcluir
  2. Estive em Dublin em julho de 2015, este monumento é impressionante, olhando de baixo para cima dá até vertigem, muito alto e a gente o vê de muitos pontos da cidade.

    ResponderExcluir

O que você achou do Post?
Gostou? Não gostou? Dá para melhorar?
Deixe seus comentários, dúvidas, críticas ou sugestões!